PIRUÇAS

Outubro 30 2009

O Ódio Limita o Indivíduo

A inveja e o ódio, mesmo se acompanhados pela inteligência, limitam o indivíduo à superfície daquilo que constitui o objecto da sua atenção. Mas, se a inteligência se irmana com a benevolência e com o amor, consegue penetrar em tudo o que nos homens e no mundo há de profundo. E pode mesmo acalentar a esperança de atingir o que possa haver de mais elevado.

Johann Wolfgang von Goethe, in 'Máximas e Reflexões'                

 


Circunstâncias  várias  -de tempo e de modo, entre outras-  levaram-me, nestes últimos dias, a vasculhar nas meditações que sábias e avisadas pessoas já fizeram, ao longo dos tempos, sobre a mais doentia das paixões -o ÓDIO.

 

E se, porventura,o ÓDIO que se liberta estava recalcado ou aprisionado num cofre de alta segurança e se solta, por força de um golpe de asa qualquer, o indivíduo que o destila limita-se definitivamente, mesmo que seja, como assinala Goethe, pessoa bem dotada de inteligência.

publicado por poleao às 16:07

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19

26
27
28
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO