PIRUÇAS

Janeiro 17 2009

 

A PVT era, ao tempo em que foi extinta, um corpo de polícia de trânsito dependente, como já tive oportunidade de referir, da antiga Direcção-Geral de Transportes Terrestres. O seu efectivo era constituído por agentes da PSP (a maioria) e da GNR, para lá transferidos e colocados em condições que não sei bem, agora, enunciar. Depois da sua extinção, uma boa parte do seu efectivo passou à situação de reforma, tendo os restantes regressado às respectivas origens.

 

Para a Guarda voltaram, portanto, alguns -sendo quase todos colocados na BT. Bons e experientes profissionais, de um modo geral bem familiarizados com o policiamento das estradas, especialmente no que respeitava à circulação dos transportes pesados, tanto de passageiros, como de mercadorias.

 

Um deles foi o Cabo Melão. Fiz com ele, nos primeiros tempos, algumas patrulhas, aos fins de semana, e com ele aprendi muito, nomeadamente sobre a forma como proceder à ordem de paragem das viaturas, ao modo como dialogar com os condutores e como proceder à inspecção dos documentos -dos condutores, das viaturas e das respectivas cargas. É que o pessoal da Guarda era, até então, "generalista" e a fiscalização do trânsito rodoviário já exigia, nessa altura, alguma especialização. Bem espero eu que as profundas alterações agora introduzidas na organização da Guarda não impliquem qualquer deterioração do alto grau de especialização que tinha a BT, especialização e competência que se aguarda continue a ter a nova Unidade Nacional de Trânsito.

publicado por poleao às 17:38

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16

18
21
23
24

25
27
28
29
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO