PIRUÇAS

Fevereiro 01 2008
O FORTE GRANDE OU DO ALQUEIDÃO

De entre o conjunto de obras defensivas apresentado no quadro anterior, aquele que assume particular importância, não apenas no conjunto construído no Concelho do Sobral, mas também no conjunto da 1ª Linha é o Forte Grande ou do Alqueidão (nº 14).

Aí se situava o posto de comando das Linhas – ponto de cota mais elevada de todo o sistema defensivo – à frente do qual ficava um favor á vel campo de batalha.
Situado cerca de 2 Km a Sul de Sobral de Monte Agraço é efectivamente o ponto mais alto das Linhas – 439 m de altitude.

A sua construção ter á tido início a 4 de Novembro de 1809 e foi encarregado desse missão o capitão Williams sob a direcção inicial do Tenente Coronel Richard Fletcher e a partir de 6 de Julho de 1810 a cargo do Capitão Jonh T. Jones ,. Desse modo se pôs em pratica as directrizes de Wellington.

Num memorando de Wellington para o Ten . Coronel Fletcher datado de 20 de Outubro de 1809, no qual são definidos objectivos, planos e se definem estruturas a construir Welligton escreve:

“(…) 8º Ele criará uma posição entrincheirada para 4.000 homens, nas alturas que dominam a estrada do Monte Agraço para Bucelas (…)”

10º - Ele construirá um reduto para 200 homens e três peças de artilharia, no moinho do alto do Sobral de Monte Agraço, peças que estarão apontadas para a estrada entre o Sobral e a Arruda.

Este forte fazia parte das posições de defesa da penetrante Torres Vedras, Bucelas e Loures e conjuntamente com os fortes do Trinta, do Simplício e do Machado, todos implantados na Serra do Olmeiro ou de Montagraço constituíam um conjunto denominado Fortes do Alqueidão.

Segundo o Coronel “António Lobato Guimarães” o Forte Grande:

“Possuía um dos quatro de sinais da 1ª Linha e era visitado todos os dias pelo Marechal Wellington, que se deslocava a cavalo do seu Quartel general em Pêro Negro, e aí permanecia até se certificar que não se tinha verificado qualquer movimento hostil até que a luz do dia permitisse um reconhecimento às tropas inimigas localizadas em frente. Dispunha de 4 paióis e dum poço de á gua dentro do forte e outro no seu exterior bem como de diversos traveses . Dispunha também de 3 entradas face a uma possível retirada dada a sua grande guarnição – 1590 homens.
Este forte possuía igualmente e em particular, no seu interior, 3 redutos pequenos estando um implantado junto à entrada principal a Sul, e os outros dois flanqueando outra entrada a SE. A terceira entrada de menores dimensões, localizava-se a SO . Perto deste forte Wellington concentrou a maior parte do seu exército de campanha.”
publicado por poleao às 19:09

TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
15
16

17
18
19
20
23

25
26
27
28


pesquisar
 
blogs SAPO