PIRUÇAS

Maio 23 2006

Foi um espectáculo desolador, vazio, inconsequente, aquele que ontem se viu e ouviu, no programa "prós e contras" da RTP. Uma verdadeira pobreza franciscana de ideias, de argumentos, de razões.

O Prof.   filósofo, sempre com aquele ar trocista e com o seu habitual sorriso, supostamente de superioridade sobre todos os outros . Foi um enfado vê-lo e ouvi-lo.

O outro intelectual -Pacheco Pereira- disse, em resumo, EU, EU, EU, EU fiz isto, mais aquilo, mais aquele outro. Rodopiou à sua volta e caiu, redondo, no chão.

Emídio Rangel está ultrapassado, foi ultrapassado e ainda não deu por isso. Disse as banalidades próprias de quem  atingiu esse estado.

Ricardo Costa -o mais jovem de todos os directos intervenientes no programa- foi uma desilusão: sem chama, sem capacidade de resposta pronta, perdido, bloqueado.

A apresentadora, ao contrário do que é habitual nela, não fez bem o trabalho de casa, não se preparou convenientemente, daí resultando uma deficiente  condução do programa.

publicado por poleao às 11:45

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

16
20

21
24
26
27

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO