PIRUÇAS

Maio 30 2004
Arquitetura 03.jpg Desde a minha meninice que a imagem de um coreto semelhante a este ficou definitivamente marcada na minha memória. E tudo porque, logo nesse tempo, comecei a gostar de ouvir música, gosto que se foi acentuando até aos dias de hoje. Naquele tempo, logo no primeiro dia das Festas de Verão da minha terra, chegava, manhã cedo, a primeira das quatro ou cinco bandas de música que abrilhantavam os festejos. Percorria, então, a vila, sempre a tocar lindas marchas. À frente, o maestro, garboso e feliz e, à frente dele, o Chelpa, da comissão de festas, ia lançando foguetes, espaçadamente. Eram os cumprimentos à população que acorria às janelas para ver a banda passar. Finalmente, o cortejo parava em frente da Câmara Municipal para a saudação especial ao respectivo Presidente, que descia à rua e cumprimentava efusivamente o Chefe da Banda. À noite, no coreto da vila, iniciava-se então o concerto e o povo da terra e das aldeias vizinhas aglomerava-se em redor do coreto, num silêncio religioso, para ouvir as lindas músicas que a banda tocava. E, no final, vinha sempre a longa ovação a premiar os músicos. O chefe, muito compenetrado, voltava-se, então para o público e agradecia, com reverente vénia. Foi nesse tempo que ouvi, pela primeira vez, a 1812. Ainda hoje tenho, nos meus ouvidos, o som estridente dos sinos e, na alma, a emoção que tudo aquilo me provocava. Nunca mais deixei de ouvir, pela vida fora, a 1812 e, sempre que a oiço, vejo a banda no coreto da minha terra.
publicado por poleao às 17:53

Sou Lisboeta,e neste momento não me lembro de nenhum coreto por perto.
mas na terra do meu marido exite um no meio de uma praça,acho muito engraçado.
depois têm várias utilidades,além de se tocar música.serve também para as crianças se divertirem.
Alguns são pequenos Monumentos (acho eu )que não voltam a ser feitosLENA
</a>
(mailto:hfrex@iol.pt)
Anónimo a 30 de Maio de 2004 às 22:16

Aqui na minha terra o correto foi deitado abaixo :(. No lugar dele nasceu outro, nem merece comentários porque não tem assunto... Bom fim de semanaMaria Papoila
(http://panquecas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:mariapapoila36@sapo.pt)
Anónimo a 30 de Maio de 2004 às 18:29

Na linha de colaboração voluntária e de serviço público ao património musical, podem enviar para publicação em www.meloteca.com fotografias de qualidade em tamanho grande, em anexo, formato JPEG. Deverão ser enviados, sempre que possível, os seguintes dados: distrito, concelho, freguesia, construtor, data de construção, fotógrafo. Se faltarem alguns dados, enviem à mesma: completar-se-ão mais tarde, porque a informação gera mais informação. Podem enviar para meloteca@meloteca.com.
António José Ferreira a 15 de Maio de 2008 às 14:21