PIRUÇAS

Dezembro 28 2006


A múmia que fumava marijuana

Corpo com mais de 2800 anos foi encontrado na China, a milhares de quilómetros das culturas que utilizavam a planta. 

Um grupo de cientistas chineses está a tentar descobrir a explicação para aquele que se transformou no maior mistério arqueológico do país, quando foram encontradas folhas de marijuana junto a uma múmia com mais de 2800 anos. Ao contrário de outras civilizações ancestrais, na China, a planta não era utilizada, por isso os investigadores não compreendem este achado.

Os investigadores chineses não compreendem e  eu também não. E o meu tio Anacleto também não. E aqui, os meus vizinhos, também não. E os meus amigos, mesmo os mais afastados, também não. 

Ora isto não pode ser. Não há vida que se aguente com esta chinesa incompreensão. Aqui e em qualquer parte do mundo.

Espero bem que o nosso cabo costa, o cabo costa de Portugal, sempre inclinado a mandar fazer estudos policiais, decida, com urgência, encomendar outro estudo, a outro e$tudio$o, com o objectivo de tornar, enfim, compreensível a presente incompreensão chinesa.

publicado por poleao às 18:49

TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
15
16

17
18
21
23

24
25
26
27
29
30

31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO