PIRUÇAS

Setembro 05 2005

Haverá, porventura, pepineira maior e senilidade mais flagrante do que este texto de José Medeiros Ferreira, que hoje me chegou via mail e retirado, ao que me dizem, de um blog, todavia não identificado?


Como é possível descer-se a uma tão profunda vulgaridade e a um servilismo tão abjecto!!!


 


"Vou estar, hoje, no programa da Fátima Campos Ferreira , PRÓS e CONTRAS, que esta notável profissional transformou num dos principais programas de discussão dos problemas nacionais ,com muitos intervenientes e participação da plateia.


É sempre uma responsabilidade ir à televisão falar de política em geral, e da situação do país em particular.Manter um discurso claro e articulado requer um ambiente calmo e tempo de intervenção,o que nem sempre é possível num debate televisivo. E uma presença de espírito que só os irresponsáveis podem pretender estar sempre ao nosso alcance.


Felizmente guardo dos meus tempos de Parlamento Europeu o treino da intervenção curta, destinada a ser traduzida em muitas línguas.Tenho a sensação de ser uma presença forte no écran mas isso não garante tudo.Sobretuto a intenção de ser útil para os meus concidadãos.


A cidadania passa hoje muito pela televisão".

publicado por poleao às 21:46

Setembro 04 2005

Dos jornais
2005-09-04 
Raras pegadas descobertas na Lourinhã

"O Museu da Lourinhã anunciou esta domingo a descoberta de 25 novas pegadas fossilizadas de dinossaurios, duas das quais constituem um achado raro em Portugal por conservarem impressões de pele.

Impressões pele mostram escamas de saurópodes com 150 milhões de anos, num padrão hexagonal, e são das melhores impressões do género que se conhece em todo o Mundo.

Das 25 pegadas, os investigadores do Museu da Lourinhã recolheram 11 para estudo, entre as quais duas que são as primeiras de estegossauros e anquilossauros descobertas em Portugal. A de estegossauros é mesmo uma das poucas a nível mundial".


Petróleo é que não descobrimos.


Que azar o nosso!!!

publicado por poleao às 20:08

Setembro 04 2005

Diz-me o meu compadre alentejano, no seu melhor estilo, meio sério, meio sarcástico:


 Tanta conversa fiada com as férias (bem merecidas, diga-se) do nosso PM e afinal o pessoal do governo está todo de férias, há muito mais tempo, e ninguém, aí dos jornais, diz nada.


"Deixá-los gozá-los" as férias, coitados. Nós cá estamos para fazer o trabalho por eles. Não é verdade, compadre?

publicado por poleao às 17:33

Setembro 01 2005

Fazendo um voo rasante pelos "comentários políticos de referência" -nos OCS, nos blogs e nas conversas de café- cheguei a esta conclusão "científica":


O governo não governa, ou governa mal e a oposição não oposiciona, ou oposiciona mal.


 E o mexilhão, como sempre, é que se lixa.

publicado por poleao às 20:25

Setembro 01 2005

Dizem os jornais de hoje que "o Governo prevê um défice orçamental de seis por cento este ano, de acordo com o procedimento dos défices excessivos, divulgado esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O documento prevê um valor do Produto Interno Bruto (PIB) de 146,44 mil milhões de euros, o que significa um crescimento nominal de 3,8 por cento face a 2004, e uma necessidade de financiamento de 8,74 mil milhões de euros.

O documento consagra ainda o fim da queda do investimento público, ao inscrever o valor de 4,65 mil milhões de euros na rubrica da despesa da Administração Pública em formação bruta de capital fixo".


Ora vamos lá ver se a gente se entende, no meio desta confusão toda:


1º Porque é que o produto é bruto?


2º Porque é que o produto é interno?


3º Porque é que o bruto é interno?


4º Porque é que a formação é bruta?


5º Porque é que a formação é bruta e fixa?


6º Porque é que não se usa a formação 4 - 4 - 3?


7º Porque é que repetem sempre estas merdas, quando querem que o pessoal fique sem perceber nada?


8º Ainda não entenderam que o pessoal só sabe contar os tostões e que se está nas tintas para saber se eles são brutos, internos, fixos ou em formação?


 

publicado por poleao às 18:58

Setembro 01 2005


Logotipo da Direcção-geral do orçamento Foto©Direitos Reservados
• "DGO
Défice da Administração Central quase duplica

A Administração Central apresentou um défice de 3,85 mil milhões de euros no final de Julho, o que representa quase o dobro face ao mês anterior, segundo os dados da Direcção-geral do Orçamento (DGO).

( 19:25 / 31 de Agosto 05 )


De acordo com os números da DGO, divulgados esta quarta-feira, a diferença entre as receitas e despesas registada nos primeiros sete meses do ano aumentou 97,7 por cento, em comparação com o valor verificado no fim de Junho.

Nos primeiros sete meses do ano, a Administração Central registou receitas de 24,88 mil milhões de euros, enquanto as despesas totalizaram 28,74 mil milhões de euros.

Em relação ao fim do primeiro semestre, as receitas aumentaram 14,3 por cento e as despesas subiram 21,1 por cento".


 


Estamos, ou não estamos, no bom caminho para a...bancarrota?

publicado por poleao às 16:47

TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Setembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
17

18
20
23
24

26
29


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO