PIRUÇAS

Janeiro 12 2005
height=157 alt=atricepsm.jpg src="http://pirucas.blogs.sapo.pt/arquivo/atricepsm.jpg" width=167 border=0> face=georgia color=#cccc00>Há anos, quando vim morar para Oeiras, era costume, neste tempo e na zona onde resido, aparecerem bonitos e ruidosos bandos de pintassilgos, alegrando, com os seus estridentes cantares e com as suas cores garridas, os jardins de toda a zona. Davam bem nas vistas pela sua original forma de voar -em lanços vertiginosos- e pelos cânticos ao desafio, nos períodos de acasalamento. Há mais de cinco anos que os pintassilgos deixaram estas áreas, proliferando agora, por todo o lado, pardais-de-telhado e melros. Muito eu gostava de saber quem faz, ou ordena, estas mudanças da Natureza.
publicado por poleao às 16:33

Janeiro 11 2005

Ontem, socorri-me de todas as minhas qualidades de paciência e estive a ver e a ouvir, na sic/notícias (onde haveria de ser), mais uma daquelas entrevistas extraordinárias, pelo encanto do entrevistado e pela subtileza do entrevistador (no caso, uma entrevistadora). Esta, depois de, sumariamente, fazer o "lançamento" da entrevista, atirou, de forma encantadora, a primeira pergunta: "então coméque é"?


Não foi preciso mais nada. O jovem entrevistado, com tiques de intelectual, naturalmente falsos, saltou dos tacos e partiu. Não sei quando parou, porque mudei de canal ao fim de meia hora. Nesse entretanto, "vomitou" mais ou menos isto:


 "O nosso projecto tem objectivos muito ambiciosos, polivalentes e supra estruturais. Antes de mais, ouvimo-nos por dentro, num exercício de cores e de tempos. Você sabe como é. O nosso corpo passa e repassa pelos caminhos da esperança e o que nós fizemos foi levar a dança e o movimento ao céu e ao inferno, numa mescla de gozo sexual e utopia renascentista. Tudo o que está feito, nestas danças, resulta do aprofundamento da alma e do seu encharcamento nos rios de lama que nos oprimem. Vai ser, certamente, um êxito, dadas as rebeldias sonoras que amassámos com os textos e com os remorsos dos povos, avessos a estes transtornos abissais e sigilosos..."


 E por aí fora. Um encanto!!!

publicado por poleao às 16:13

Janeiro 10 2005

height=298 alt=07282003145835267g.jpg src="http://pirucas.blogs.sapo.pt/arquivo/07282003145835267g.jpg" width=400 border=0>

face=georgia color=#663300>Não fui eu quem confundiu a torradeira com a máquina. A minha mulher jura que também não foi. O certo é que poucas coisas dão certas ao primeiro clique. O que, certamente, não está nada certo. Será do "sapo", será do tempo? Do tempo não é certamente porque, se há coisa certa no meu tempo, essa coisa é a certeza de que tenho todo o tempo do mundo para esperar. Resumindo: já não sei se sou eu que estou certo se é a máquina que não está mesmo certa. Maldita torrada!!!

publicado por poleao às 19:50

Janeiro 09 2005

Beneficiando da darrota, esta noite, do Porto, frente ao Rio Ave, o Sporting  ascendeu ao 1º lugar da classificação da superliga de futebol. Quem diria.


Não por obra e graça dos dotes (que não tem) do treinador Peseiro, mas sim pela excelente qualidade dos atletas que têm jogado, em detrimento de outros que teimosamente jogavam sempre de início quando já não dispõem de estaleca para os 90 minutos. Agora domina a juventude com talento, bem equilibrada com a boa experiência de uns poucos, suficientes para não tirar ousadia e agressividade aos "rapazes".

publicado por poleao às 21:56

Janeiro 08 2005

PR.bmp


Ponto 1  O Sporting, sem fazer uma grande jogatana, acaba de ganhar ao Benfica, por 2-1. Com merecimento, diga-se. Os encarnados pareceram-me tolhidos de  movimentos e mais interessados em não perder do que outra coisa. Os leões lutaram sempre, com pertinácia (como diria o saudoso comentador Alves dos Santos), em busca da victória, que justamente conseguiram. Muito bem, SPORTING


Ponto 2  Alguém terá de oferecer, com urgência, ao PR, uma Bússola. Porquê? Porque o senhor perdeu-se, não tem a noção das coisas e o que diz com a bota não joga com a perdigota. Então não é que, ontem, num programa da campanha eleitoral do PS, transmitido pela SIC (onde haveria de ser?), defendeu que o sistema político nacional deve ser alterado, por forma a permitir maiorias parlamentares capazes de sustentar os governos? Ora, face ao que o dr Jorge Sampaio fez à maioria absoluta, até há pouco existente no Parlamento, o que o PR deveria ter dito é que se devem criar condições no sistema político para criar, não maiorias, mas sim... minorias, visto que maioria já havia e ele derrubou-a. O que ele disse não faz sentido nenhum e manifesta uma profunda desorientação. Daí que seja urgente dar uma bússola ao excelentíssimo PR.


Ponto 3  Na caixa do correio, vim encontrar um mail, do meu amigo Garcia, que já me deu volta aos poucos miolos que ainda tenho. O assunto é este: "ressonância Schumann". Coisa complicada, filosófica... Tenho serão para a noite toda!!!

publicado por poleao às 23:47

Janeiro 07 2005

Se o nosso Ministro dos Negócios Estrageiros "os tivesse no sítio", o embaixador de Portugal na Tailândia já tinha recolhido às cabines há muito tempo e estaria agora a jogar na equipa B, em trânsito para o olho da rua. Embaixadores destes, NÃO, obrigado!!!


 Por falar em equipa: amanhã, em Alvalade, a lagartada lá terá que despachar o vizinho Benfica, para gáudio do ex-candidato Pôncio Monteiro à AR e do próximo-futuro candidato Pôncio Monteiro à CM do Porto. É a vida, como dizia o outro.

publicado por poleao às 19:10

Janeiro 06 2005

cavacosacarneiro-int.jpg Cavaco Silva, notável PM de Portugal durante dez anos, não autorizou, agora, que a sua imagem constasse de outdoors do PSD, alusivos às eleições legislativas de 20 de Fevereiro próximo, ao lado de Pinto Balsemão, Sá Carneiro, Santana Lopes e Durão Barroso. Alegou o Professor que tal exposição poderia prejudicar a sua "carreira académica". É claro que nem o mais ingénuo dos cidadãos acredita nesta esfarrapada desculpa visto que todos sabemos que a razão é outra: não pretende estar ombro a ombro, mesmo em fotografia, com o actual PM, numa falta de consideração manifesta pelo partido político de ambos.


O Diário Digital, entretanto, foi descobrir esta coisa curiosa, nos arquivos para eleições legislativas de 1985: Cavaco Silva "autorizou" que a sua imagem constasse, ao lado da de Sá Carneiro, de um cartaz de parede, então editado pelo PSD. como se vê na imagem.


Curiosidades da nossa recente história política, quem sabe de mau augúrio para as próximas eleições para a Presidência da República.

publicado por poleao às 16:39

Janeiro 05 2005

Uma boa regra, a seguir por quem tem de escever um discurso, ou redigir um relatório, é esta: primeiro que nada, apontar sempre a última frase, no caso de discurso, ou fixar as conclusões, quando se trate de relatório. Depois é só seguir o rumo antes traçado e juntar os blá, blá, blá necessários (discurso), ou os argumentos (com muitas citações e dados estatísticos) que sustentem as conclusões, isto no caso dos relatórios.


Vem isto a propósito de uma notícia hoje divulgada por toda a CS, segundo a qual o número de mortos nas estradas portuguesas, em 2004, é igual, ou inferior, ao registado há 30 anos. Com o devido respeito por quem, no MAI, utilizou a calculadora e recolheu os elementos pertinentes ao assunto, receio bem que também este relatório tenha começado pela conclusão que mais interessava apregoar agora. Oxlá esteja enganado.

publicado por poleao às 17:36

Janeiro 04 2005

pt-sma.gif Hoja foi dia de ir, mais uma vez, ao Sobral. No cemitério, junto à campa onde repousam meus pais, eu e minha mulher fortalecemos os nossos ânimos, perante a memória daqueles que me criaram e fizeram de mim o que sou hoje. Enquanto tiver forças e saúde, não irão sentir a minha falta.


Aproveitei para rever o belo panorama que se disfruta do Monte que é a minha terra (lindo dia, com céu bem azul), onde ressalta o volume da pequena serra que esconde os restos do Forte do Alqueidão, desastrosa memória para as tropas de Napoleão.

publicado por poleao às 18:10

Janeiro 03 2005

Há dias que os OCS não batem (ou, se batem, batem com mais meiguice) no governo. Porquê? Ora, porque o governo já não é governo e, por isso, já não governa, saindo de cena, portanto. Agora é tempo de os estados-maiores, suspensas que estão as hostilidades, ordenarem a limpeza das armas (das canetas e dos lápis, bem entendido), estudarem o reajustamento das estratégias, face às alterações que, segundo eles, estão para vir e ministrarem cursos de reciclagem aos seus colaboradores, levando-os a afinar os seus tons pelo novo diapasão. Alguns, lá terão que ir à vida, coitados, redimir-se dos pecados cometidos.


A mim, o que mais me preocupa, por agora, é o facto de o Liedson ainda não ter regressado do Brasil.


O resto, logo se vê, no seu tempo próprio. Um dia de cada vez, pois então!!!

publicado por poleao às 18:41

TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Janeiro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

16
18
21
22

23
25
26
28

30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO