PIRUÇAS

Abril 06 2005

Vamos, então, às coisas simples:


1. Aqui, em Oeiras, tem estado um lindo dia de primevera.


2. Andam a arranjar os canteiros da minha Praceta. Dizem que vão instalar, além disso, um sistema de rega automática, para poupar água. Acho bem.


3. As árvores começam a ganhar rama verde, como é próprio do tempo, aliás. As minhas vistas para o estuário do Tejo vão-se encurtando, a partir de agora. O verde vence, por agora, o azul. Lá para os finais do outono, ao cair da folha, fecha-se o ciclo e outro se renova.


4. Agora, vou ler, outra vez, o Cântico Negro, de José Régio -uma "coisa simples" que me revitaliza a alma. Em particular, este grito:


                            "Como, pois, sereis vós


                              Que me dareis machados, ferramentas e coragem


                              Para eu derrubar os meus obstáculos?.


                              Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,


                              E vós amais o que é fácil!


                              Eu amo o Longe e a Miragem,


                              Amo os abismos, as torrentes, os desertos..."

publicado por poleao às 18:18

TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Abril 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14
16

18
20

24
29


pesquisar
 
blogs SAPO