PIRUÇAS

Junho 27 2005

 


O alarme de Miguel Torga


 


REBATE

Minha terra,

Meu povo,
Que sempre vos amei,
Que sempre vos cantei,
E que nunca jurei
O vosso nome em vão.

Minha terra,
Meu povo,
Dizei-me nesta hora de agonia
Que essa fidelidade
Desafia
Quem à sombra da noite e à luz do dia
Negue no mundo a vossa eternidade.


 miguel torga.gif  


 


 

publicado por poleao às 18:02

TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Junho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
17

20
25

28
30


pesquisar
 
blogs SAPO