PIRUÇAS

Dezembro 18 2005

Para grandes males, grandes remédios...

 

Prefeito proíbe população de morrer em Biritiba Mirim, Brasil (SP)


São Paulo - O prefeito de Biritiba Mirim, Roberto Pereira da Silva (PSDB), conhecido como Jacaré, encontrou uma maneira pouco convencional de protestar contra as restrições impostas ao município pela Lei de Proteção dos Mananciais, que impede a construção de um novo cemitério na cidade. Enfrentando protestos da população, que não tem mais lugar para sepultar seus mortos, o prefeito decidiu enviar um projeto de lei à Câmara estabelecendo que é proibido morrer em Biritiba. Se aprovada, a medida deverá vigorar "até que seja encontrada uma solução para a falta de vagas no cemitério".

"Procurei todos os caminhos legais e de nada adiantou. Desde o ano passado que só recebo promessas", disse o prefeito, que nesta quinta decidiu apelar para a absurda lei da proibição da morte. Nos últimos meses, ao solicitar uma solução de emergência para o problema do cemitério, Jacaré tem enfrentado um longo jogo de empurra entre o Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Nem mesmo o apelo feito diretamente ao governador Geraldo Alckmin adiantou.

"Decidi que era hora de tomar uma atitude quando o diretor do Conama, Nilo Diniz, me ligou para dizer que a questão poderia ter uma solução no mês de abril do próximo ano. Disse a ele que a partir da próxima semana iria levar os caixões dos defuntos daqui para o gabinete dele", conta o prefeito de Biritiba, cidade de 28.152 habitantes, que possui 89% de sua área, de 317 km2, sob jurisdição da Lei de Proteção dos Mananciais.

publicado por poleao às 11:34

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
17

19
22
23
24

25
27
30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO