PIRUÇAS

Novembro 15 2009

 Receando -digo eu- não suportar as dores nas mãos eventualmente provocadas por "dar as mãos à palmatória" no assunto em questão -a extinção da BT/GNR- , o ministro Pereira preferiu refugiar-se em justificações esfarrapadas, pouco racionais e, acima de tudo, incoerentes, proferidas, hoje, em acto público, na cidade de Guimarães.


Eis algumas:

 

«Nós não voltamos ao passado quando encaramos soluções de futuro. Aquilo que hoje está em cima da mesa é fazer o balanço de cerca de dois anos de actividade da UNT e mudar tudo o que for necessário para responder às necessidades de fiscalização»,...


... caso seja «necessário», a UNT «terá as adaptações todas que a experiência tem ditado para responder cada vez melhor às necessidades de fiscalização».


«Chegou a hora de fazermos um balanço ao funcionamento dessa UNT e introduzirmos todas as alterações de funcionamento que forem necessárias» que a BT «foi extinta» e que o Governo «não vai voltar atrás».

«O que nós queremos é, com base na existência da UNT, ter a dimensão e os procedimentos necessários e desempenhar um papel cada vez mais actuante na fiscalização da circulação rodoviária»,...

 

Reconhecer o erro praticado e, por via disso, emendar a mão no tempo certo é, para além do mais, Senhor Ministro, um acto de nobreza e de bom carácter.

publicado por poleao às 15:11

Esperemos para ver. Estou em crer que será mais uma trapalhada, para atrapalhar ainda mais...
Eira-Velha a 15 de Novembro de 2009 às 22:58

TÃO LONGE DO MUNDO E TÃO PERTO DE TUDO
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

17
18
19
20
21

23
24
26
27
28

29
30


pesquisar
 
blogs SAPO